sexta-feira, 16 de setembro de 2011

"Diga não a aprovação do novo Código Florestal brasileiro!"

Imagine se este Código Florestal Brasileiro, adulterado e por iniciativa do deputado Aldo Rebelo do Pc do B, da ruralista Kátia Abreu e sua tropa, forem definitivamente aprovados. Será o suicídio em massa das nossas florestas. As Áreas de Proteção Ambiental Permanentes, Ecossistemas, Biomas, flora e fauna em extinção. O Pantanal Matogrossense e a Floresta Amazônica, que, já estão severamente castigados pelas mãos dos Homens. Restam somente 20% do Cerrado, único no Planeta; Caatinga; O que sobrou, 7% da exuberante Mata Atlântica; Matas ciliares; Assoreamento dos nossos rios; Mangues; Restingas; Recifes de corais; Um imenso litoral; Ilhas marinhas e fluviais. Será o maior e verdadeiro caos, nada mais sobrará do nosso maior, mais rico e valioso patrimônio, que é a natureza, tal patrimônio esse que talvez os nossos filhos, netos ou futuras gerações jamais conhecerão.

Diga não a esta aprovação deste Código Florestal Brasileiro que foi aprovado na Câmara dos Deputados, para a alegria dos ruralistas, grandes e pequenas propriedades, madeireiras, carvoarias e tantos interesses escusos, que agora vai pra o Senado para ser aprovado. Crimes ambientais sem qualquer tipo de condenação. Um absurdo para a sociedade e o bem estar do nosso país.

O suicídio das nossas reservas florestais. O meio ambiente corre sério risco de destruição de vários ecossistemas e biomas. O desequilíbrio ecológico é iminente. Dizer não a aprovação deste Código Florestal Brasileiro, adulterado, é darmos provas que amamos a natureza e o nosso Brasil.

VAMOS AGIR AGORA!!! POIS O MEIO AMBIENTE PEDE SOCORRO A NÓS QUE PODEMOS FAZER A DIFERENÇA, DIGA NÃO A APROVAÇÃO DO NOVO CÓDIGO FLORESTAL BRASILEIRO.

3 comentários:

Eng Ambiental disse...

http://engenheirosambientais.blogspot.com/

Frases Bob Marley disse...

Olá. Tenho um especial de frases sobre o meio ambiente, segue o link: http://www.quemdisse.com.br/tema.asp?tema=29&t=frases-sobre-meio-ambiente .

Engenharia Elétrica disse...

Em pleno século XXI, precisamos ficar atentos a todos os tipos de novos códigos e preservar ao máximo os que tenham relação ambiental.