segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Como descartar eletroeletrônicos?


Uma opção é doá-los para entidades filantrópicas, como casas que abrigam idosos ou jovens carentes. Alguns fabricantes recebem equipamentos de volta. Caso da Dell (www.dell.com.br), que envia computadores em bom estado para centros comunitários. A fundação Pensamento Digital (www.pensamentodigital.org.br), de Porto Alegre, e o Museu do Computador (www.museudocomputador.com.br), de São Paulo, aceitam doações de computadores, teclados e mouses, entre outros, enquanto algumas ONG's e empresas de reciclagem, como a Sucata Eletrônica (www.sucataeletronica.com.br), de São Paulo, compram televisores, computadores, celulares, impressoras, câmeras digitais e até cercas elétricas (veja uma relação de empresas que compram aparelhos usados no ( www.cempre.org.br). Baterias de celulares devem ser entregues nas lojas da operadora ou na rede de assistência técnica autorizada do fabricante. Quando lançados em aterros ou lixões, metais pesados - como chumbo, mercúrio, cádmio e bário -, presentes nesse tipo de lixo, estimado em 50 milhões de toneladas por ano no mundo, contaminam o solo e os lençóis freáticos e podem se dispersar como partículas no ar, trazendo sérios prejuízos à saúde humana.

Matéria retirada da revista Vida Simples - julho 2008 edição 68

Um comentário:

João André A. Lino disse...

São essas tarefas bem simples que nós, no nosso corrido cotidiano, podemos começar a fazer nossa parte em busca da quase surreal sustentabilidade, digamos assim.
Belíssima matéria.